A angústia da assertividade

Tenho vivenciado, nos processos que realizo na duodot, oportunidades de cada vez mais aprimorar as ferramentas de seleção e mapeamento de competências, objetivando sempre a eficácia do trabalho realizado.

Diante de inúmeras oportunidades e de relacionamento com gestores, inclusive, tenho percebido que a necessidade de identificar as competências comportamentais vem sendo o maior desafio e também a mais importante questão quando se deseja avaliar pessoas.

Indicadores apontam cada vez mais os comportamentos que devemos observar para verificar a aderência do candidato às competências do cargo/função. Porém, pelo menos com uma determinada competência, eles estão completamente equivocados, e me permita dividir esta percepção com vocês.

Minha angústia com relação à assertividade é antiga, quem lida comigo sabe, e é impressionante, eu diria até inadmissível, ver executivos de RH empregando o conceito e apontando indicadores que não revelam o verdadeiro significado da assertividade.
Sempre que tenho oportunidade, menciono com sutileza este conceito, mas recentemente, li e compartilhei no facebook um post sobre esta questão, que compartilho agora com vocês também!

Você é ASSERTIVO????

ASSERTIVO – Busca defender seus desejos, sem ignorar os dos outros .Faz abordagem direta, mas exprimindo respeito pela pessoa. Ouve e procura entender a perspectiva do outro. Aceita acordos e soluções integradoras. Expõe claramente suas posições, opiniões e sentimentos. Sua auto-estima está acima de sua preocupação por aprovação social.

Vamos pensar em todos os nossos processos buscando as informações necessárias para que tenhamos o índice de acerto desejado, mas não podemos deixar de, de maneira assertiva, apontar que nem sempre há o melhor entendimento do que desejamos avaliar. Fica a dica!

0 interações

Deixe seu comentário

Quer compartilhar suas ideias?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *